E a ONU decidiu que nossa gasolina não é tão gasolina assim

Caminhão Tanque

Parece propaganda e é um pouquinho, mas além do Shell, tá vendo aquelas placas vermelhas no caminhão? Falaremos delas nesse post

Quem anda na rua já deve ter notado que sempre que um veículo está transportando uma carga potencialmente perigosa, ele leva umas placas vermelhas indicando o perigo e uns números.  Esses números quase ninguém sabe o que é, mas eu sei, porque faz parte do meu trabalho!

Na prática, todo veículo transportando um produto desses leva duas placas, uma em forma de losango que indica que o sólido / líquido / gás é perigoso e qual o perigo, e outra retangular com uns números.  É essa que ninguém entende o que é.

Essas placas possuem simbologia própria e códigos específicos.  Vamos a eles.  Aqui um exemplo dessas placas:

Placas 01

A placa em losango só é vermelha se o produto for inflamável.  Quando você vê um caminhão da White Martins geralmente a placa é verde pois o gás que eles transportam não é inflamável.  Mas o inocente oxigênio ajuda bastante caso haja fogo por perto, como descobriram da pior maneira os astronautas da Apollo I.

A outra placa retangular, se chama painel de segurança e traz as duas informações relevantes:  Na parte de cima, os tipos de risco que a substância oferece, ou o tamanho da encrenca que você se meteu ao mexer com aquilo, e embaixo o produto envolvido.

O número de cima é uma combinação de riscos, podem ser até três algarismos, mas normalmente usa-se dois, são regulados por portaria da ANTT e cada número significa um tipo de brejo para o qual a vaca pode ir:

Algarismo Significado Opinião do Fernando
2 Desprendimento de gás devido à pressão ou à reação química. Não respire
3 Inflamabilidade de líquidos (vapores) e gases ou líquido sujeito a auto-aquecimento. Não faça isso 
4 Inflamabilidade de sólidos ou sólido sujeito a auto-aquecimento. É de boa, desde que não deixe a chapa esquentar
5 Efeito oxidante (intensifica o fogo). Cuidado com o O2.  Doses moderadas desse produto provocam o envelhecimento precoce dos tecidos. Grandes quantidades provocam explosões
6 Toxicidade ou risco de infecção. Biohazard
7 Radioatividade. Você terá filhos bem estranhos se ficar exposto a isso
8 Corrosividade. Pergunte ao William sobre percloreto de Potássio
9 Risco de violenta reação espontânea. Kabum!
X Substância que reage perigosamente com água (utilizado como prefixo do código numérico). Faça o que quiser, mas não jogue água.

O número de baixo indica o produto que está sendo transportado.  Ele segue uma tabela da ONU, ou seja, em qualquer país do mundo ao ver esse número você sabe o produto que está sendo levado.

A tabela da ONU é imensa, tem número pra tudo (tudo mesmo) .  As mais comuns no Brasil que você acaba vendo pelas ruas:

Código Produto
1202 Óleo Diesel
1203 Gasolina
1170 Etanol (anidro ou Hidratado)
1075 GLP (Gas de cozinha)
3256 Óleo Combustível
1223 Querosene (Inclusive o de aviação)
1072 Oxigênio comprimido
1049 Hidrogênio comprimido
3082 Biodiesel
1155 Éter Etílico

Existem vários outros rodando por aí, esses são os mais comuns.  Se ver algum bizarro e tiver curiosidade de saber, esse site aqui te permite fazer uma consulta rápida sabendo o número ONU do produto ou o nome do produto.

Pois bem, e o 3475 que está na placa do caminhão que abre esse post?  Consultemos a ONU:  3475 – Mistura de Etanol e Gasolina ou Mistura de Etanol e combustível para motores.

Segundo a resolução ANTT 5232/2016 agora toda gasolina com percentual de Etanol acima de 10% deve ser identificada com o número 3475.  O 1203 permanece para gasolina com menos de 10% de etanol.

Nossa gasolina hoje vem com 27% de etanol (25% no caso de gasolina premium).  Portanto, é de se pensar que quando mais de 1/4 de um produto é outro produto misturado, suas propriedades são alteradas a tal ponto que mereça ser chamado de outra coisa.

Vale lembrar que o álcool na gasolina é bom, nos permitiu parar de colocar chumbo tetraetila como elemento antidetonante na gasolina e assim evitar que todo mundo respirasse um treco altamente cancerígeno.  Mas o percentual de álcool que a gasolina leva hoje serve apenas para alegrar os usineiros.

Agora você sabe o que são aquelas placas nos caminhões tanque (vagões também usam) e quando estiver na estrada vai saber o que os caminhões carregam.  No caso da gasolina, se for 1203 o caminhão se destina a uma base de distribuição, se for 3475 ele provavelmente vai a um posto de combustíveis.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Posts técnicos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s