Antes de pegar seu forcado virtual, é melhor ver a história toda

turba simpson

Eu sei, linchamento virtual é muito bom.  Basta uma notícia e já se forma uma turba com tochas e forcados prontas a liquidar o sujeito.  Seja o ladrão que ganhou uma tatuagem na testa ou os caras que tatuaram o ladrão, ou o político do PT ou o político que não é do PT…  sempre queremos linchar alguém.  Mas na maioria dos casos, o melhor é esperar para saber da história toda.

No dia 25 último foi noticiado que um sujeito passou por cima de um grupo de skatistas. Assistindo ao vídeo vê-se o cara com sua “poderosa” SUV atropelando dezenas de skatistas que estavam pacificamente andando na rua em comemoração ao dia do skate em uma avenida que estava interditada ao tráfego.

Bem, claro que todo mundo caiu de pau no sujeito do carro.  Até eu entrei nessa:

tweet

Mas claro, tínhamos então apenas um lado da história.  Faltava o lado do motorista.  Eu esperava um filhinho de papai qualquer, mas o perfil dele era bem diferente.

Ele não estava só tentando se livrar com uma boa história e um advogado.  Tem vídeo do carro dele sendo atacado.  A sequência de eventos bate.  A própria organização do evento de skatistas disse que outras pessoas organizaram um outro evento antes deles e sem comunicar a prefeitura que acabou por não interditar a avenida antes do horário.

O cidadão com seu carro não tinha como saber, entrou na rua e acabou acertando um skatista.  Ao parar para ajudar, foi cercado e ameaçado de ser linchado e tendo seu carro destruído.

Pior:  ele não estava sozinho no carro.  A mãe dele, de cerca de 80 anos, estava no carro.  Sinceramente?  No lugar desse cara, com minha mãe no carro, diante de um monte de gente tentando me linchar, eu faria o mesmo.  Não foi a atitude mais correta, mas situações desesperadas requerem medidas desesperadas.

O que aprendemos?  Cuidado com os julgamentos precipitados.  Sempre procurem saber os dois lados da história.  Se tiver dúvida sobre se juntar a turba enfurecida, uma boa dica é:  Não se junte.

Quer achar um culpado para os skatistas atropelados?  Procure quem organizou o evento skatista pirata sem comunicar a prefeitura.  A mensagem do skate pode ser transgressora, anarquista e tal, mas não pode contra uma pessoa acuada com sua família e um carro.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Causos e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s