Com o Brasil na Frente. E só enquanto estiver

Massa - Bottas

 

Desde o Grande Prêmio da Alemanha no amputado Hockenhein, a Globo adotou sua nova tática com a Fórmula 1:  Retirar tempo dela e jogar para seu canal por assinatura, o SporTV que em breve ou terei que assinar ou continuar vendo pirata pela internet.  Mas como a própria Globo está aprendendo, pudemos mais uma vez perceber o modus operandi da emissora com os esportes.

Na corrida seguinte, na Hungria, a Globo iria transmitir apenas a última parte do treino de classificação.  Assim, fui no meu link do Paulo Coelho para poder assistir ao treino na íntegra.  Durante a primeira parte vazou um áudio.  Não consegui entender o que falavam, mas reconheci a voz do Galvão Bueno.  Achei só uma curiosidade, “olha o áudio da Globo aberta vazando no Sportv”

Bem, eu não entendi o que o Galvão disse, mas o pessoal do Grande Prêmio, sempre atento entendeu.  “Não vamos especificar tempo, porque, na verdade, ele tá tomando meio segundo desde ontem” dizia Galvão.  Claro que ele falava de Felipe Massa que vinha sendo sistematicamente vencido pelo seu companheiro de equipe Valteri Bottas.

É sempre assim.  Há de se entender que o brasileiro não gosta de esportes, ele gosta de futebol e de campeões.  O interesse do brasileiro comum por outros esportes dura o tempo que tiver um brasileiro vencendo nele.  A Globo, claro, surfa nessa onda, e vive dela.  Ela pega esportes onde brasileiros estejam se destacando e coloca o seu “padrão Globo”.  Mas basta que o brasileiro não se destaque mais e pronto, o esporte some da grade.

O último caso clássico foi com o UFC.  O MMA teve uma explosão de popularidade no Brasil.  Era transmitido pela Rede TV, que tinha um grande programa, passava lutas antigas além de eventos ao vivo na íntegra.  Os lutadores brasileiros dominavam quase todos os cinturões.  Aí a Globo percebeu o filão e, com maior poder financeiro que sua concorrente, comprou os direitos de transmissão do UFC.  O que aconteceu?  Pesquise pelo bordão de internet “ao vivo da Globo.”

Agora que os lutadores brasileiros saíram do auge pouco se ouve de MMA na grade da Globo.  Por quê?  Bem, grande parte daquele público que assistia as lutas, estava vendo porque tinha brasileiros, e tinham brasileiros vencendo.  Agora que eles não vencem mais tanto, o nível de interesse nacional cai.  A Globo precisamos entender, é uma entidade com fins lucrativos.  Seu lucro vem dos anunciantes que anunciam naquilo que dá audiência.  Maior audiência, mais caro o espaço para anúncios.  Quanto menor a audiência, mais barato o espaço, até que não valha a pena ou para a Globo ou para o anunciante.

O MMA é só o último caso, mas temos vários esportes na história da emissora.  E teremos mais.  Sei lá, futebol americano, Baseball, no que algum brasileiro venha a se destacar.  A Globo sempre fará isso pois é a forma mais rápida e barata de se construir audiência:  ter um brasileiro ganhando.

A Fórmula 1 é um caso a parte.  Os fãs de Fórmula 1 tem que reclamar menos que os fãs de MMA.  Um brasileiro não vence uma corrida desde 2009 com Rubens Barrichello e não disputa o título mundial desde o mesmo ano com o mesmo piloto.  No entanto, a emissora religiosamente transmitiu todas as corridas e treinos esse tempo todo.  Excessão aberta a visita do Papa e quando a corrida caiu junto com jogos da Seleção ou do campeonato brasileiro em fase decisiva.

Eu tenho pra mim que gente grande na Globo gosta de Fórmula 1.  Não era segredo que o Roberto Marinho adorava.  Galvão Bueno também gosta bastante.  Por mais que critiquemos o Galvão, talvez um pouco da culpa de ainda vermos corridas em TV aberta por aqui seja dele.  Por ele gostar, ser influente na cúpula da emissora e ter muita grana.  Façam suas teorias.

Mas mesmo assim, não dá pra manter isso para sempre.  Mesmo o maior gosto por algo não resiste a balanço negativo.  Quando mesmo com corridas boas, emocionantes, a audiência cai, fica difícil.  A Globo tenta.  Começou a transmitir a corrida mais cedo, fazendo entrevistas no grid.  Não funcionou.  O fã de Fórmula 1 não tem um número suficiente.  Ele perde em quantidade para o cara que só vê se um brasileiro for vencer e para a turma do “parei de ver quando o Senna morreu”

O que o Galvão fez ao omitir que Felipe Massa estava tomando meio segundo de Bottas, talvez seja o que ele sabe fazer para tentar salvar as transmissões de Fórmula 1.  Isso é cruel pois ele omite uma informação e faz um desavisado assistir ao treino e achar que o Massa tem carro para marcar a pole e, ao não conseguir, esse desavisado critica o piloto.

Veremos muito isso nas próximas olimpíadas.  Por acontecerem no Rio, o Brasil terá vaga em todos os esportes.  Seria uma oportunidade excelente para mostrar esportes que as pessoas não conhecem normalmente.  Mas ao contrário, os esportes serão mostrados sem que se informe do desempenho dos brasileiros anterior aos jogos.  Assim, se o esgrimista brasileiro que ninguém nunca ouviu falar tem obrigação de ganhar o ouro.  O mesmo vale para o cara do tiro com arco.  Nossa seleção de Rugby tem obrigação de derrotar a Nova Zelândia.  Ao verem brasileiros perdendo em profusão, certamente teremos todo aquele mimimi de que os nossos atletas são amarelões, fracos, etc.

Uma dica, antes de criticar os brasileiros em qualquer esporte, procure acompanhar um pouco antes.  Pesquise sobre.  Veja o próprio Felipe Massa:  Ele não precisa provar nada a ninguém.  Ninguém fica na Fórmula 1 por mais de três anos completos sem ser bom.  Ele pode não ser melhor que Schumacher, Alonso e Vettel, mas, atrás de um volante é melhor do que eu.  Ele quase foi campeão mundial e fez mais pelo automobilismo nacional do que os que o criticam gratuitamente.

Devíamos assistir o esporte por gostarmos dele.  É por isso que assisto Futebol Americano, Rugby, Baseball, esportes que, se tem brasileiros, eles estão chegando.  Mas se a Globo quer continuar a só passar os que os brasileiros vencem, que seja, é Business, mas ao menos informem direito.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Esportes e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s