Amarelamos?

Acompanhando as olimpíadas até mesmo para verificar as previsões do Pai Fernando de Virabrequim, estamos vendo nossos atletas fracassando em diversas modalidades, e o tempo todo.  Mais do que queríamos.  Nossos favoritos são sistematicamente derrotados e nossa posição no quadro de medalhas (que chegamos a liderar) vem caindo dia após dia.  Será que nossos atletas são amarelões?  Ou esperamos demais deles?  A culpa é de tudo junto.

Antes de mais nada, para sabermos o que acontece, teríamos que ter a opinião de um especialista em cada esporte para poder dar uma opinião mais precisa.  Mas como não sou um especialista em nada mesmo, vão só alguns pitacos.

A primeira parte a ser culpada é o próprio povo brasileiro:  Afinal de contas, alguém acompanhou o ciclo olímpico dos atletas?  As competições que estiveram, os resultados que obteram, nível que competiram…  Claro que não!  Você sabe mais sobre o jogo do Brasileirão que decidiu na última rodada quem ficaria em décimo e quem ficaria em décimo-primeiro, e que foi 0X0 do que, por exemplo, Fabiana Murer fez nos últimos quatro anos.  Você não faz idéia de por onde Thiago Pereira andou nadando, contra quem e que tempos teve, não sabe onde nossos judocas treinam e competem, o que vencem, de quem vencem, não os conhece (duvido você saber da existência do Baby, o último medalhista do Judô até ontem).  Então, como cornetá-los se eles não ganham?  Mas a culpa não é só sua.

Você não sabe nada sobre esses caras, porque ninguém te informa sobre eles.  Assista ao “Globo Esporte”.  Nesses quatro anos, nada.  Na verdade o programa devia mudar o nome para “Globo Futebol”.  Não mostra nada sobre eles em quatro anos.  Ah, mas o programa é curto, tem que mostrar o futebol.  Beleza, vá ver o “Esporte Espetacular”:  Quando não tem Fórmula 1 nem Stock Car, o programa dura três horas.  Eles gastam esse tempo todo falando…  de futebol.  Até quando estamos fora da temporada de futebol, eles gastam o tempo falando daquelas irritantes peladas beneficientes, ao invés de falar de esportes que seguem suas competições.

Eu concordo que o futebol tenha muito mais espaço, afinal é a paixão nacional, é o esporte do país e tudo o mais, mas em um programa de três horas, onde enchem lingüiça com entrevistas com ex-jogadores em atividade, levantando falsas polêmicas, fazendo desafios esdrúxulos, endeusando jogadores, será que não dava para tirar uma hora, 1/3 do programa, pra falar dos esportes olímpicos?  Ao invés de apenas dar notas de que fulano venceu (e só se o fulano vencer) a etapa tal da copa do mundo de esporte tal.

Por que não mostrar o esporte?  Quem são os melhores?  Onde o Brasil se situa nesse esporte, quem é nosso melhor?  Veja o Handebol:  Todo mundo já jogou isso na vida, nas aulas de educação física.  Mas, você sabe se existe um campeonato brasileiro de Handebol?  Você conhece nossas jogadoras que estão fazendo bonito em Londres?  A mídia não as faz conhecidas.  Quando elas aparecem, é menos pelo esporte e mais por sua vida pessoal.  Qual o maior destaque, em termos de notícias, da nossa seleção de handebol?  A preferência sexual da goleira reserva.  Assim fica difícil.

Você pode dizer que outros esportes não dão tanta audiência.  Certo, que tal o jornal então?  Mais espaço, um público diferente…  Só que não. Os jornais esportivos se dedicam inteiramente ao futebol, colocando, quando muito, notas sobre outros esportes.

Juntando os dois, o que acontece?  Um público ávido por torcer e precisando de informações e uma mídia que não sabe nada sobre o que o público quer.  E aí, partem para o caminho mais fácil.  Como vivem pela audiência, precisam contar a história que o brasileiro vai ganhar.  Assim o público assiste.  Mas como ninguém sabe direito as marcas dele, ou a dinâmica do esporte, ficamos achando que o brasileiro não só vai ganhar, como vai ser fácil.  Aí o cara perde e pronto, é amarelão, é isso, é aquilo…

O que mais acontece nos jogos olímpicos, essa frustração, é muito mais por desinformação da mídia que gera falsas expectativas no público do que nossos atletas só amarelam.  Ou você realmente acha que os chineses não perdem?  Ou os americanos?  A diferença está na quantidade de atletas “medalháveis” que eles possuem, se comparados aos nossos.

Há países que, se fossem o Brasil, estariam em crise maior ainda.  A Austrália, até o momento, está vivendo o que vivemos em Sydney 2000:  Uma chuva de prata (os Australianos tem 11 até agora, e só uma medalha de ouro).  E seu forte, a natação, já acabou.  Imagina se é no Brasil, que acha o vice-campeão pior do que o último, a frustração de perder tantas finais.

Quer ver uma situação pior?  Olha o quadro de medalhas do judô, este sim, já encerrado (retirado do site das olimpíadas):

Imagine que você seja o inventor do esporte, recentemente teve poder de mudar as regras, para levá-lo de volta as (suas) origens, o que lhe favoreceria (nada contra, o esporte tem que conservar suas raízes), e mesmo assim você tem um desempenho ridículo na modalidade.

Olhem o Japão no quadro.  Eles inventaram o Judô, e perderam para russos, franceses e coreanos (!).  Ganharam apenas uma medalha de ouro.  Por pouco não empataram com a gente.  Imagina se isso acontece com um esporte brasileiro?  Será que os japoneses amarelaram no judô?

Mas será que os judocas japoneses estão sendo crucificados, ou cometerão harakiri?  Muito provável que não.  Isso porque certamente os japoneses entendem do esporte, sabem o que houve e porque seus atletas tiveram esse desempenho.  Duvido que os judocas japoneses tenham amarelado.  Só faz parte do esporte.

Devemos fazer o mesmo.  Perder é do esporte.  Se o atleta fez o seu melhor, valeu.  Agora, se ele fez ou não o melhor, aí é outra história.  Discutiremos sobre os atletas em outra oportunidade.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Esportes e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s