Cortes de custos

Hoje a Gol publicou que estaria suspendendo o serviço de lanche gratuito em seus vôos de longa duração.  Na verdade ela já havia feito isso desde o dia 16 de março.  O pessoal do Blog “Melhores Destinos” já sabia disso.  A principio a companhia negou, mas hoje teve que dar o braço a torcer.

Isso faz parte de uma política de corte de custos da empresa.  A última medida foi o corte dos lanches.  Em vôos com mais de 1:30h agora lanche só pagando (e caro).  O comunicado oficial da empresa é ridículo, escrito por um bom marketeiro faz parecer que os passageiros saem ganhando, só que ao contrário.  Mas cortar o lanche é o de menos.

Antes disso, a companhia havia demitido algumas centenas de funcionários.  A maioria tripulantes.  Rodaram comissários e copilotos.  Tudo bem que a Gol diminuiu o número de vôos diários também.  Mas, o buraco é mais embaixo…

Foi denunciado que a Gol demitiu e extinguiu dos aeroportos que opera um cargo técnico que é o responsável pelo balanceamento da aeronave.  Todo o balanceamento das aeronaves da Gol passaria a ser feito online a partir de uma central situada em Congonhas.  Luz amarela.

Toda aeronave, antes de decolar precisa passar por balanceamento.  Esse procedimento consiste em colocar o peso dentro da aeronave de forma a mantê-la equilibrada e que seu centro de gravidade não mude.  Quando você despacha bagagem, ela é pesada não só para saber se você terá que pagar a mais pela bagagem, mas para saber a massa que está entrando no avião.  De posse desses dados, o responsável pelo balanceamento pode distribuir a bagagem e equilibrar a aeronave (por meio de contrapesos e da distribuição de combustível nos tanques).

O ajuste fino, que leva em conta o peso dos passageiros é feito pelo piloto por meio dos compensadores nas asas e estabilizadores, mesmo porque você não é pesado e não seria legal por parte da companhia pedir que um gordão mude de lado para equilibrar a aeronave.  Mas, considere uma companhia como a Gol que tem mais de 100 voos por dia, e todos precisando ser balanceados e tudo feito por uma central que estará a distância.  Ingredientes para, no mínimo um transtorno.

Senão vejamos:  Os dados de peso a ser embarcado na aeronave serão transmitidos via internet para a central e esta devolverá os parâmetros de balanceamento pela mesma internet.  E se a rede cair?  E se o sistema da Gol der pane e os dados não puderem ser enviados / recebidos?

Duas coisas podem acontecer:  A primeira é que, como não sabemos nada que acontece na preparação para o vôo, eles mandem voar assim mesmo.  O piloto que se vire com os compensadores e distribuindo combustível.  Dá para imaginar o risco envolvido.  Uma aeronave decolando desbalanceada pode pender para um lado, provocando uma curva indesejada ou mesmo provocando choque das asas contra o solo.  Ela pode ainda inclinar demais o nariz provocando o estol e queda da aeronave.  Catastrófico não?  Estamos aumentando o risco disso ocorrer.

A segunda e mais segura, é a aeronave ficar no solo até que o sistema volte.  Dá pra pensar no tamanho do atraso.  Sendo uma ou outra, não acho que seja razoável, e a segurança está sendo sacrificada, mesmo que pouco.

Um outro fato que me chamou atenção foi que a Gol pleiteou, e conseguiu, junto a ANAC autorização para reduzir a tripulação em seus Boeing 737-700.  A tripulação que era composta por quatro comissários, passará a ser de três.  Mais uma vez estão sacrificando a segurança.

Embora o que os comissários mais façam seja servir lanche para nós passageiros, esta é a menor das funções desses tripulantes.  A redução no número deles torna o vôo mais perigoso em diversas situações.  Vamos pensar:

Considere um passageiro em pânico.  Se ele começa a tumultuar a aeronave, ele passa a ser uma ameaça ao vôo, portanto a segurança da aeronave e dos demais passageiros.  Em casos assim, os comissários tem autoridade, e treinamento, para imobilizar o passageiro.  Uma pessoa em pânico, tem sua força multiplicada e, dependendo da mesma e do porte dos comissários, três pessoas pode não ser suficiente.  Comissários não são treinados em jiu jitsu.

Ou ainda uma situação de pouso forçado.  Controlar o pânico dos passageiros e fazer a evacuação rápida da aeronave é função dos comissários.  Com um a menos, pode não ser possível controlar 110 pessoas assustadas.  Sequer haverão comissários suficientes para explicar o uso das saídas de emergência e como pular naqueles escorregas de ar (e nem como operá-los).

Em voos normais não há problema em ter três comissários.  Se o sistema funcionar, o balanceamento pode ser feito a distância.  Mas sempre temos que prever falhas.  Acientes aéreos acontecem a partir de uma soma de pequenas falhas, e estes procedimentos abrem margem para mais algumas pequenas falhas.

A Gol argumenta que as práticas do lanche e do balanceamento é feita por várias companhias, no Brasil sendo praticada pela Webjet.  Mas afinal, se a Gol está adotando as práticas da Webjet, quem comprou quem?

_______________________________________________________________

Quer saber mais sobre balanceamento de aeronaves?  Clique aqui

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Aviação e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Cortes de custos

  1. M.Levi disse:

    Texto muito bom Fernando e alarmante!!! Medo de viajar de Gol!!!! rsrs Sério. Tive oportunidade de viajar em empresas pequenas dentro da Europa e a coisa lá tb tá feia!!!

  2. Lourdes disse:

    Oi Fernando! Muito bom este texto. Como o que divulgastes em relação ao cargo técnico que é a pessoa responsável pelo balanceamento da aeronave, acho um descaso muito grande com o usuário. Afinal não pagamos muito barato as passagens aéreas. Foi muito bom tomar conhecimento deste fato, pois à partir de agora GOL nunca mais.

  3. Karla Grando disse:

    Parabéns Fernando! Excelente texto!!
    A segurança do vôo precisa estar sempre em primeiro lugar.

  4. juania torres dantas disse:

    ÓTIMO TESTO..DEVERIA SER PÚBLICADO EM JORNAIS ..PARABÉNS

  5. Pingback: Balanceamento de Aeronaves | Blog do Fernando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s