Futurologia louca

 

Fiz uma brincadeira no Twitter hoje que foi mal interpretada no Twitter.  Bem, felizmente quem interpretou errado era uma pessoa civilizada e, ao invés de xingar muito no twitter e botar uma legião de seguidores cérebro pequeno para me hostilizar, ela veio, conversou comigo e tudo ficou na mais perfeita paz.

A brincadeira tem a ver com o 31 de março, dia do golpe militar.  Eu tenho uma posição muito peculiar sobre o mesmo, de não ser a favor e nem contra.  Na verdade, se eu vivesse naquela época, não faço idéia de que lado iria escolher, se escolhesse um.  De qualquer forma, tenho pensado que esse golpe, embora antidemocrático e que muita gente tenha sofrido com ele, talvez tenha sido a melhor coisa que aconteceu para o desenvolvimento da história mundial.  Algo como “dos males o menor”.  Acompanhem-me num exercício de realidade alternativa, vamos pegar o Delorien para voltarmos ao 31 de março de 1964 e mudarmos a história de forma que não ocorra o golpe.

O presidente João Goulart não estava fazendo nada demais que justificasse ser retirado do poder.  Contudo ele estava com políticas a esquerda que não eram as mais interessantes para o mundo ocidental.  Ao mesmo tempo havia os generais da linha dura, loucos para “botar ordem” no país.  Se o povo apoiasse a legalidade e o exército não obedecesse a linha dura, Jango ficaria no poder (na verdade foi o que ele tentou, voltar nos braços do povo, mas quem nasceu pra Jango nunca será Lula. Ou Getúlio).  E aí, o que viria?

O problema é que no jogo de War que americanos e russos jogavam, o objetivo dos EUA era conquistar as Américas do Norte, central e do Sul, a Europa e mais um continente a sua escolha e o dos russos era a Ásia, Europa, América do Sul e central e mais um continente a sua escolha, os EUA perceberam o tamanho do problema que teriam no caso de um Brasil alinhado com a URSS.  Se uma ilhota esquecida no mundo dava tanta dor de cabeça, imagina um país continental cheio de recursos e influência.  O Brasil portanto era chave para os russos e americanos.

Fala-se na operação “Brother Sam” que dizia ter navios americanos com aviões e tropas prontos para o desembarque aqui.  Se o golpe fracassasse essa opeação seria desencadeada e teríamos soldados americanos em território brasileiro.  lógico que isso ia dar m.  Haviam legalistas e golpistas no exército, e como eles se comportariam?  Quem arregimentaria mais?

Ao mesmo tempo que os golpistas eram mais poderosos, o apelo de uma força estrangeira invasora acabaria fazendo a balança pesar para o lado dos legalistas (eu não gostaria de um exército estrangeiro aqui).  E isso jogaria o país numa guerra civil.  Quer piorar?  Uma intervenção norte-americana poderia dar aos russos o direito de intervir também, haja visto que os americanos já o fizeram.  Bem, se os russos entram na guerra, a guerra fria fica quente, e a foto abaixo é o que melhor traduz a zebra que ia dar.

Como você não é uma barata, consideremos que isso não aconteceu.  Mesmo sem a intervenção norte-americana, caso João Goulart forçasse a permanência na presidência, uma guerra civil era inevitável.  De todas as formas de guerra, a guerra civil é a pior de todas.  Colocar um povo contra ele mesmo, brasileiros contra brasileiros, seria algo abominável.

Se houvesse a guerra civil, o país jamais seria o que é hoje.  O Paraguai perdeu uma guerra há uns 150 anos e não se recuperou disso até hoje.  Imagine então o Brasil com uma guerra civil.  A unidade nacional talvez jamais fosse restaurada.  Nossa economia seria arrasada, a infra-estrutura destruída.  Talvez virássemos uma versão gigante do Haiti.

Então, acho que a história seguiu o curso menos doloroso.  Muita gente morreu, foi torturada (pelos militares e pelos reacionários), mas não chegaria nem perto dos mortos e torturados por uma guerra civil.  Depois de alguns anos, tivemos a anistia, e o país seguiu seu rumo.  Hoje, por excessão de alguns setores revisionistas, o país está em paz, os militares nem cogitam qualquer ação política, aqueles que lutaram contra o regime estão no poder, os que lutaram a favor também, e ambos usam o poder para ganharem dinheiro.  A economia cresce e pagamos mais impostos para sustentar mais vagabundos.  Tudo normal.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Ficção e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Futurologia louca

  1. Pingback: Algumas simpatias de São João segundo minha mãe | Blog do Fernando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s