Cair de pé

É bem verdade que vou ter que aturar bastante piadas ao longo da semana.  Lá foi o Vasco e consegue um novo vice-campeonato.  É um tipo diferente de vice, em campeonato de pontos corridos, veio sem uma derrota.  E nem o adversário deste domingo não pode fazer nada para evitá-lo.

Polêmicas de arbitragem a parte, não quero lamentar a perda de um título, procurar explicações, ou nada disso.  Na verdade, quero deixar aqui o que só a torcida do Vasco e quem mais gosta de futebol sabe:  O melhor time do Brasil em 2011 foi o Vasco.  Por isso a torcida, mesmo sabendo que o título não veio, aplaudiu, gritou, cantou.  O time merece.

Futebol não é um esporte justo.  Nunca foi, e faz parte da sua natureza, e por isso mesmo é tão apaixonante.  Não que o Corinthians não mereça o título, mas ele não ser do Vasco é um dos caprichos do futebol.

O Vasco foi um time atípico.  Olhando para as demais equipes, o Vasco não tinha um nome de peso como um Ronaldinho Gaúcho, um Neymar, um Leandro Damião ou outros.  Seu nome de peso é Juninho Pernambucano.  Um baita jogador, mas que nunca teve o destaque que os outros que citei teve ou terão.  Se querem o mais famoso do time na campanha, este é o Dedé.  Um time em que o craque é um zagueiro, há algo errado.

Mas não no Vasco.  A falta de um nome de peso não significava a falta de liderança.  O time jogou todo o ano pensando na equipe.  São poucas as vezes que vemos isso em times de futebol.  Lembro que durante o ano, Diego Souza não vinha rendendo bem e o técnico Ricardo Gomes barrara o jogador.  Conhecido pelo temperamento, estava aí um cenário perfeito para uma crise.  Pelo contrário.  Diego Souza passou a treinar mais forte, recuperou a forma e a técnica, acabou por voltar ao time titular e foi decisivo.  Sem confusão, sem briga, sem ressentimento.  O mesmo ocorreu com Alecsandro, barrado por Élton, e passou a treinar até depois dos jogos por conta disso.  Assim, o ponto forte do Vasco era exatemente o conjunto.

Esse conjunto teve um título:  A Copa do Brasil.  Agora, para alegria dos rivais, fica em segundo no Brasileirão.  Não dá pra ganhar todas.  Mas existe algo mais do que ser campeão.  É marcar a história.  Garanto que o Vasco de 2011 fez isso.

Assim como a Holanda de 1978, o Brasil de 1982, Camarões de 1990, são times que ficaram na história sem ter conquistado títulos, mesmo merecedores.  Não ganharam é fato, mas são mais lembrados do que os próprios campeões desses torneios

Um time que tem o pior início de campeonato carioca da história, onde fez sua torcida pensar que teríamos uma luta para não cair para a segunda divisão.  Após isso, o time teve uma recuperação fenomenal.  Se não deu para levar o campeonato regional, um nacional foi alcançado.  Além de vaga na Libertadores.  Poderia se acomodar e ficar no meio da tabela do Brasileiro.  Mas o Vasco fez exatamente o contrário.  E é isso que orgulha sua torcida.  O Vasco sai com sua honra intacta, e com seu nome na história.

Os resultados são só placares, ficam como lembrança e estatísticas e só.  Passam.  A campanha, a forma como foi feita, seus percalços e dificuldades ficam para sempre.  São esses percalços que marcaram o Vasco.

Seja a luta do técnico pela vida, o mesmo que fora responsável pela recuperação do time, ou por um elenco sem vaidades, seja por vitórias épicas nas competições, pelas viradas impossíveis, pela nova diretoria do Clube, que o aproximou da torcida, pelo que for.  O Vasco de 2011 está na história, afirmou que o gigante realmente voltou, e manteve sua honra.  Isso vale mais que um título.

O treinador de Futebol Americano Tony D’amato dizia:  “Num domingo qualquer você pode ganhar ou perder, contanto que faça isso como um homem”  O Vasco fez isso ao longo de todos os domingos do ano.  Por isso sua torcida está orgulhosa.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Esportes e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s