Ave Fênix

Sou completamente contra a cultura do desperdício.  A maioria das coisas que quebram e que jogamos fora poderiam ser consertadas.  Muitas vezes isso não compensa economicamente.  O problema é que isso está gerando uma quantidade de lixo imensurável no planeta e acelerando o gasto de recursos naturais da Terra.  E agora que somos 7 bilhões tá na hora de começar a pensar nisso.

Meu desktop estava estacionado aqui, um pouco obsoleto, mas com os devidos componentes ele poderia ganhar vida novamente.  Ao mesmo tempo, meu notebook, alçado a condição de computador principal está chegando ao limite de sua capacidade em disco, sendo obrigado a armazenar tantas músicas, fotos, vídeos entre outras.

Para unir o útil ao agradável, e inspirado na nossa Força Aérea, dei partida no projeto Ave Fênix, que visa repotencializar o meu Desktop.  A primeira fase foi concluída em outubro.  Ainda falta alguma coisa.

Originalmente, a USS Zort-B (o nome baseado em Star Trek que meus desktops recebem desde o meu Pentium MMX 200MHz – O Zort-B é o terceiro, tive um Pentium III 700 MHz no meio) era um Pentium-D, 2,56GHz, Core duplo, 2Mb de Cache.  A Placa-mãe é uma Intel D946GZI e ele contava com 1Gb de RAM e um HD de 80Gb (este já vindo da reforma do Pentium III).  Seu sistema operacional era o Windows XP.

A repotencialização do desktop só foi possível por causa da placa-mãe que permite bastante expansão.  Ela conta com slots PCI e os slots de memória (DDR2) permitem que cada um use uma frequência diferente (aliás não entendo porque eles mudam isso).  Além disso ela tem slot PCIx 16x.  Para os discos, ela possui, além de uma porta IDE, quatro portas SATA.

Na primeira fase ele receberia originalmente um HD de 1Tb e mais 2Gb de RAM.  Acabei indo além, por uma boa oferta e coloquei um HD de 1,5Tb (SATA), os 2Gb de RAM.  Seu drive de CD/DVD não está 100%, portanto acabei por colocar um novo, também SATA da LG.

Como nenhum equipamento foi descartado, ele hoje tem o HD de 1,5Tb mais o de 80Gb.  Dois drives de CD, 3Gb de RAM.  Processadores e demais coisas não foram alterados.  Ele foi formatado para que o HD de 1,5Tb assumisse a função principal, o de 80Gb fica como arquivo morto.  Não gosto de jogar HDs fora.  Meu primeiro, de 3Gb ainda funciona em algum lugar por aí.

O próximo passo para a sua repotencialização é uma placa de vídeo.  Está na mira uma GE Force de 1Gb, mas ainda não especifiquei a série.  Essas coisas são um saco pra comprar.  Essa fase será agora em novembro, se tudo der certo.  O objetivo é que esse desk tenha grande capacidade de disco para armazenar as fotos, músicas e vídeos e me permita jogar.  Para os jogos que eu gosto, essa repotencialização está de bom tamanho.

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Causos e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ave Fênix

  1. Pingback: E o Whatsapp tornou meu iphone obsoleto | Blog do Fernando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s