Festa de São Cristóvão

(Esse Blog tá atrasado…) Dia 25 de Julho é o dia de São Cristóvão.  São Cristóvão ficou conhecido como o padroeiro dos motoristas, porque ele ajudava as pessoas a atravessarem o rio Eufrates.  A igreja aqui perto da minha casa é dedicada a este santo, isso significa que nesse dia tem festa por lá.

Eu frequento essa igreja desde os áureos tempos do útero materno.  Já fiz um monte de coisas por lá.  Praticamente tudo o que já houve nessa igreja.  Sem falsa modéstia, eu fiz parte do melhor grupo de jovens da Diocese de Petrópolis.  Em seus áureos tempos éramos até famosos.  Fazíamos de tudo.

A partir de 2002 fomos trabalhar na festa do padroeiro também.  Essa festa teve seus bons tempos na década de 80, mas vinha de um declínio impressionante.  Para se ter uma idéia, se nos bons tempos a festa tinha umas dez barraquinhas de comidas e jogos, no ano anterior ficara com apenas uma.

Com a união de um monte de pessoas bem intencionadas, a festa foi levantada.  Em 2002 tínhamos de volta quatro barraquinhas vendendo coisas.  Logo aumentamos para cinco, e atualmente temos sete..  Com parceria com a prefeitura, que cede algumas barracas, as coisas crescem.

Essa festa ainda tem potencial para crescer muito.  Ela tem um grande chamariz que é a procissão de carros, que termina com a bênção dos mesmos em frente a igreja.  Essa procissão já contou com mais de 200 carros.  Tinha até ônibus para quem quisesse acompanhá-la e não tinha carro.  Quando assumimos em 2002 ela já estava menor, mas mantinha sua tradição.  No entanto, em um ano que o padre a cancelou, tivemos um golpe duro na festa, pois as pessoas ainda não sabem que ela continua.  Perdemos muito.  O trajeto modificado para ficar apenas interno ao bairro também não ajuda em nada.

Mas o fato é que ela se mantém.  Este ano ela durou três dias:  O final de semana anterior e o dia 25, que é o dia do santo.  E desde 2002 nessa festa você pode me encontrar em uma barraquinha:  No churrasquinho.  Normalmente, e preferencialmente, na chapa.  Não preciso dizer o que vendemos:  espetinho de Boi, Frango e Porco além de queijo coalho e Salsichão.  Sempre zeramos a mercadoria.

Estou lá nesses 10 anos.  O único que não estive foi 2005, ano em que fui viajar (uma das viagens mais legais que fiz, a São João Del Rey).  Mas nas outras estive lá.

A barraca funciona bem com cinco pessoas.  Normalmente as demais se alternam, as vezes com mais ou com menos, mas sempre gente boa.  Mas um trio sempre esteve lá.  Rafael, eu e o Ico.  O Rafael tem uma foto de 2002 do nosso trio.  Tirei algumas da equipe deste ano.  Nós três estávamos lá. Mudou o cabelo, estamos mais velhos, mas continua a mesma coisa de sempre.  fazendo churrasquinho e se divertindo.

Acho que foi só isso que me sobrou na comunidade.  Muitos dos meus amigos se mudaram para outras onde desenvolvem trabalhos legais.  Eu não consigo.  Me identifico tanto com aquilo lá que não me vejo me identificando como de outro lugar.  É a vida.  Mas pelo menos, sempre teremos a festa.

Efetivo 2011

O Rafael (segundo da esquerda para a direita garante que usa a mesma roupa na festa há 10 anos

Era fim de festa, mas aí uma amostra da mercadoria: Espetinho de porco

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Causos e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s