Noções básicas sobre laje

Bem, tenho visto que muitos prezados amigos vem parar neste blog a procura de informações sobre lajes e acabam indo parar no meu post contando sobre um dia em que fui virar uma laje para um amigo.  Então, vou fazer um post de utilidade.

Só lembrando que este texto está sendo escrito por um engenheiro mecânico.  A galera da civil pode explicar bem melhor do que eu sobre o assunto.  E também, importante, não faça sua laje apenas com base nisso ou no achismo de pedreiros.  Procure sempre pessoas especializadas e capacitadas.  É mais seguro.

Enfim, a laje é uma estrutura de concreto e aço destinada a servir como base para o piso da casa, cobri-la substituindo o forro e as telhas ou ainda servir como base para o próximo pavimento ou para permitir uma área de terraço para aproveitamento futuro (churrasco, bronzeado da mulher, soltar pipa…).

Lajes podem ser de dois tipos, a “batida” e a pré-moldada.  Daremos detalhes de cada uma mais a frente.  Mas antes você precisa saber como preparar a casa para a laje.

O concreto é um material bem pesado, sabemos disso quando carregamos os sacos de cimento, areia e pedra e lançamos tudo aquilo sobre nossa casa.  Para que ela resista, algumas precauções devem ser tomadas:

Não se constrói casa sem alicerce, isso é fato.  Portanto, se você não quer sua casa desabando sobre você e seus familiares pense bem e gaste um dinheiro a mais com aço e concreto e suba os pilares da casa.  O melhor lugar para fazê-los é nas quinas da casa, e eles lhe servirão como guias para as paredes.  Certifique-se de não deixar distâncias muito grandes (vãos) entre eles.  Com total segurança, uns 5 metros ficam de boa (o espaço exato é função do tamanho e da geometria do seu pilar e da viga que você construirá em cima, portanto varia de casa para casa.  O projeto de um engenheiro de verdade trará essa informação).

Tipicamente em casas populares se faz pilares retangulares ou quadrados.  O melhor formato para um pilar é o cilíndrico, mas não há com o que se preocupar em se fazer um retangular.  Preocupe-se apenas se não houver pilar.

Sobre os pilares você deve construir as vigas, popularmente chamadas de cinta da casa.  Elas são importantíssimas pois sem elas, a laje e todo o peso que você aplicar sobre a casa será suportado pelos tijolos, não pelos pilares, que foram feitos para isso.  E, convenhamos, não é legal confiar a estrutura em blocos furados de barro cozido.  Resumindo:  Tijolo só serve para fechar as paredes.  Não os use como elementos estruturais.

Assim, a estrutura da sua casa funcionará da seguinte maneira:  A laje que você vai colocar em cima e mais todo a carga sobre esta laje, irá transmitir o esforço para as vigas que formam a “cinta” que o transmitirão aos pilares (alicerces) da casa.  Os tijolos apenas são úteis para que ninguém veja você lá dentro.

Sua laje pode ser feita batida, construindo uma caixa de concreto sobre a estrutura da casa ou pré-moldada, valendo-se de concreto armado pré-fabricado e tijolos para ocupar espaço.  Aqui uma observação:  Como tijolo não é elemento estrutural hoje em dia já se usa isopor no lugar do tijolo de barro.  A laje não fica mais fraca por isso, o elemento estrutural são as vigas de concreto armado.

Se optar por uma laje batida, lembre-se de não usar só concreto.  O concreto é um material excelente para compressão mais péssimo para flexão que é o principal esforço atuante na laje.  Você precisará fazer uma armação de aço (normalmente os populares vergalhões) e concretar por entre esta armação de aço.  O aço é excelente para compressão, e é por isso que ele está ali.  Sem ele, sua laje se despedaçará em pouco tempo.

Enquanto a laje não estiver concretada reforce-a com pilares extras ao longo de toda a sua extensão, sejam eles de madeira, aço, o que for.  Mantenha-os lá até o concreto curar e você retirar as madeiras que usou para impedir que o concreto caísse.

Encher a laje de concreto seja ela pré-moldada ou batida é que é a etapa dramática.  Agora você vai precisar de bastante material (nem ouse deixar faltar material durante a operação) e de quantas pessoas dispor.  Além disso você precisa de feijoada e bastante cerveja.

Quanto a espessura desta caixa, no caso da laje batida isso vai depender das ferragens que você utilizar e dos usos que você pretende para esta laje.  No caso da pré-moldada uma camada de 100 mm de espessura já está de bom tamanho.  Não se esqueça de, antes de concretar passar os conduítes elétricos, telefônicos e lógicos que precisam passar por ela.  Tudo deve ficar escondido sob o concreto.

Depois que o concreto curar, o que leva alguns dias, você pode retirar todo o madeiramento e reforços e aproveitar seu churrasco na laje ou continuar sua obra de acabamento na casa, ou erguer mais um pavimento sobre a laje.

Apenas um conselho final:  A Bíblia dá ótimas dicas para os construtores.  Separei duas para vocês, ambas do Evangelho de S. Lucas:

Qual de vocês, se quiser construiu uma torre, primeiro não se senta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para terminar?  Pois, se lançar o alicerce e não for capaz de terminá-la, todos os que a virem rirão dele dizendo:  “Este homem começou a construir e não foi capaz de terminar” (Lc 14, 28-30)

Outra:

(…) Um homem sensato que, ao construir uma casa, cavou fundo e colocou os alicerces na rocha.  Qualdo veio a inundação, a torrente deu contra aquela casa, mas não a conseguiu abalar, porque estava bem construída.  (…) O homem insensato que construiu uma casa sobre o chão, sem alicerces.  No momento em que a torrente deu contra aquela casa, ela caiu, e a sua destruição foi completa. (Lc 6, 48s)

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Noções básicas sobre laje

  1. Pingback: 3000 | Blog do Fernando

  2. Pingback: 4000 | Blog do Fernando

  3. Pingback: 5000 | Blog do Fernando

  4. Pingback: 8000 | Blog do Fernando

  5. Pingback: 12000 | Blog do Fernando

  6. Pingback: 15000 | Blog do Fernando

  7. Josué Alves disse:

    Muito bom amigo, me ajudou mt mesmo! grato…

  8. Jorge Bernardo disse:

    Noções temos, só que embasar esta noção no depoimento de pessoal qualificado, como é o caso, muda totalmente a história, e nos faz pisar lugares altos. Muito obrigado pelo post!!!

  9. moraes , navegathor disse:

    Pura Verdade,

  10. Janaina disse:

    Boa explicação…gostei muiito

  11. Marcelo disse:

    Fernando. Eu média saber que mm de vergalhão usar no pilar pra receber a laje e quantos usar. E na laje montar as armações co quantos vergalhos e qual mm também. E que espessura deve ter o pilar e a viga. Aguardo. Obrigado. Marcelo Chaves

    • Isso varia muito. Depende do tamanho da casa, da altura do pilar, do que vai ter em cima da laje, se haverá um novo pavimento ou se ficará nesse.

      Não me sinto confortável em dar esse tipo de recomendação por aqui sem conhecer sua obra. Melhor procurar um engenheiro civil ou técnico em edificações.

      Abraços

  12. antonio disse:

    muita bom ajudo muito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s