Impostos

Hoje eu estou bastante irritado. Na verdade venho pensando nisso desde que paguei o IPVA do Red 5.  E pior nem vou contar um fato novo, isso todo mundo já sabe.  Pois então, por que se paga tanto imposto no Brasil?

Eu sou bastante patriota.  Morreria pela minha pátria, se assim fosse necessário.  Não fugiria à luta como um monte de mariquinhas que o fariam.  Mas isso faz pensar em realmente abandonar o país.

Por conta de um simples IPVA, você pode perguntar. Ninguém mandou ter carro, você pode me zuar.  Mas não é só isso.  Repare na carga tributária que eu pago:

1/6 do meu salário não para na minha mão.  Só o vejo no contracheque indo embora como IR e INSS.  O telefone fixo e a 3G trazem embutidos impostos dos mais variados.  Cartões de crédito cobram IOF.  O banco também. E tem taxa pra tudo. Ainda querem voltar com a CPMF.  E sem contar os impostos embutidos nas coisas que eu como!

O Red 5 então sofre.  Além do IPVA ele pagou IPI na compra, IOF por conta do financiamento, DPVAT, no seguro IOF de novo, cada vez que para no posto temos PIS, COFIS, CIDE, e mais um monte de siglas que simplificando seria VTNC.  No final das contas, o valor que pagarei pelo Red 5 será 40% juros, 30% impostos, 30% carro.  Isso não revolta você?

Porque a política de todo governo que se inclina ao socialismo, como é o Brasileiro desde o fim da ditadura tem que ser a de nivelar por baixo?  Porque punir a quem pode ter as coisas, ao invés de ajudar a quem não tem a conseguí-las?

Veja o exemplo de carro.  Porque carro tem tanto imposto?  A gasolina tem tanto imposto? Porque quando o governo precisa de dinheiro ele faz uma justicinha social dizendo que está tirando dos “ricos que tem carro”.  Só que o Chevetinho 79 também consome gasolina.  E todos os impostos que pago pelo Red 5 são pagos por todas as empresas de ônibus do país.  Que obviamente repassam esse valor para as passagens.  Ou seja, o pobre também paga indiretamente IPVA, CIDE, DPVAT, etc…  E nem é para o carro dele.

Eu concordo que os ricos devam pagar mais impostos e tudo mais, mas a quantidade de impostos sobre todo mundo é absurda e não vemos o menor retorno dela.  Somos obrigados a pagar planos de saúde porque a saúde pública é um açougue.  Temos que pagar por segurança porque nosso sistema de segurança não funciona.  Ou seja temos que pagar a mais por coisas que nossos impostos já pagaram.

E para onde vai todo esse dinheiro? Aí é que ficamos com raiva.  A maior parte do dinheiro vai para folha de pagamento.  De funcionários públicos, com sua eficiência que sabemos como é.  Vou dar um exemplo doméstico:  UFRJ.

Universidade Federal, funcionários federais.  Muitos não concursados, efetivados por meio de trens da alegria.  Se ainda fossem competentes, não teria problema, mas o pior é não serem.  Por exemplo:  Todo mundo sabe que uma declaração, um histórico ou qualquer outra coisa é muito rápido de se obter. Basta entrar no sistema da universidade, online em qualquer lugar, colocar o nome do aluno e mandar imprimir.  Pega-se o papel impresso, carimba, data, assina e pronto.  Quanto tempo para fazer isso? 5 minutos para uma conexão lenta.  Quanto tempo eles pedem? 2 DIAS!  Esse prazo é totalmente ridículo e só é justificável pela vontade deles em sacanear os alunos.

Curiosamente, os competentes se dão mal.  O Tito da mecânica sempre resolveu essas coisas rapidamente.  Aí tiraram dele o poder de fazer isso.  Pode isso?  Tem que se rir dessa Universidade.  A universidade funcionaria perfeitamente com metade do efetivo de “funcionários técnico administrativos” que tem hoje.  Pois eles não fazem nada.  1/3 deles trabalhando faz o serviço de todos.

Com o dinheiro economizado em pagamento a vagabundos a universidade poderia cuidar melhor da manutenção dos seus prédios e campi, investir mais em pesquisa, que é a função principal da universidade e que traz retorno financeiro, ajudar os alunos carentes sem ser pela hipocrisia de cotas…

Mas enxugar o quadro da universidade é impossível.  Essa categoria formou uma máfia disfarçada de sindicato cujo único propósito é conseguir mordomias para eles.  Só para se ter uma idéia, eles convocaram greve quando foi instituído o ponto em uma das unidades da UFRJ (enquanto eu, pobre funcionário de empresa bato ponto todo dia).  Portanto, pensar em demissões nem pensar.

E isso acaba valendo para todo o serviço público.  Temos um Estado inchado de servidores que não servem, são incompetentes porque não podem ser demitidos e todos reclamamos de serviços que não são prestados a contento.  Aí eles tem a cara de pau de dizer que faltam servidores.  Isso só pode ser desculpa para que eles coloquem mais parentes e amigos.

E quando falamos dos cargos de câmaras estaduais e do Congresso nacional?  Salário de político já é um absurdo, a verba de gabinete um maior ainda, e o salário dos funcionários que ele pode nomear…  Enquanto isso pessoas morrem, conhecimento deixa de ser produzido, o país está indefeso perante os ratos que tomaram conta dos nossos vizinhos.

O governo sustenta muita coisa que não deveria, mas certamente a pior é justamente a máquina pública extremamente inxada com funcionários incompetentes que não durariam uma semana em empresas de verdade e nós, que pagamos o salário deles somos tratados como lixo e ainda temos que pagar de novo para ter o que deveríamos ter.

Talvez o problema não seja nem número mas a alocação.  Muitos administrativos e poucos na prática.  O Estado precisa de médicos, militares, policiais, etc e esses profissionais bem pagos.  Não um monte de caras de terno e gravata que não fazem nada.

Assim, enquanto burrocratas e técnicos de P… nenhuma ganham muito, Médicos, policiais, militares, enfermeiros que são os que realmente mereciam ganhar bem sobrevivem com miséria e o Estado brasileiro se esfacela gastando muito com o que não deveria e ficando as sobras para o que ele realmente deveria se preocupar.  Mas…  Vida que segue e continuemos a pagar nossos impostos…

“Verás que um filho teu não foge a luta”

Anúncios

Sobre Fernando Vieira

Engenheiro Mecânico. Trabalha no Rio mas mora em Petrópolis. Fez esse blog, pra comentar sobre tudo um pouco mesmo sem entender de nada.
Esse post foi publicado em Reflexões e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s